Arquivo de maio, 2011

Publicado: 29/05/2011 por Flicsotera em Poemas
Tags:

Querer acordar em outro dia que não hoje,
Querer alargar o eu e quebrar a distância.
Magoa-me sentir que o ontem me foge.
Querer o amanhã será muita ganância?

(mais…)

Desabitável

Publicado: 27/05/2011 por Flicsotera em Poemas
Tags:, , , ,

Fatídico e desmiolado era o amor seu,
Granítica a sua pele sem ela,
No não existir dela se desvaneceu.
A vida sua apenas uma Cela.

(mais…)

J

Publicado: 06/05/2011 por Flicsotera em Poemas
Tags:

Minh’alma se dividiu em duas,

Não sei como nem, quando.

As duas metades são tuas,

Enquanto eu seguir te amando.

(mais…)

Publicado: 06/05/2011 por Flicsotera em Poemas
Tags:, ,

Eis que chega retumbante,

Sem o cavalo da tradição.

Vem o nobre galante,

Só de teclado na mão.
(mais…)